O Cartão RFID (125KHz) pode ser utilizado em diversas aplicações na área de controle de acesso, autenticar-se em impressoras, equipamentos e veículos pesados. É resistente e possui ótima performance de leitura, dispondo de códigos Wiegand, ABA TK2 e Serial RS-232 impressos no cartão.

Recursos

O cartão DMZ de proximidade EM4002 (125KHz) é um cartão de rádio-frequência do tipo ClamShell. Ele já vem de fábrica com furo para ser usado em presilhas, jacarés ou cordões para crachás.

O cartão de aproximação da DMZ EM Clamshell é um crachá extremamente resistente devido à sua “carapaça” em ABS, também chamado de tipo Clamshell ou traduzindo ao pé da letra “concha de marisco”. O Clamshell é ideal para o dia-a-dia no ambiente corporativo, mas também em fábricas onde o desgaste é maior. O código único pré-gravado de 64 bits vem impresso na parte de trás cartão. O cartão de tipo Clamshell (mais bojudo) não é recomendado para impressão de código de barras, por duas razões:

1) Somente um lado é imprimível, há menos espaço para impressão que o padrão ISO.

2) Se o leitor de código de barras for de fenda e não de pistola, não será possível passar a o cartão clamshell pela fenda do leitor.

Aplicações:

Autenticação por crachá, Impressão segura (Safe Print), controle de acesso de funcionários, controle de acesso predial e em condomínios em geral, liberação de catracas e elevadores, carteira de estudante, crachás de funcionários, cartões de consumo, cartão de fidelização, liberação em vending machines, etc.

Vantagens

  • 1K de memória para cálculos simples, registro de dados dos usuários;
  • Extremamente resistente devido à concha ser em ABS;
  • Codificação impressa em três interfaces: Wiegand, ABA TK2 e Serial RS-232;
  • Compatível com todos os leitores RFID DMZ, AcuProx, Linear-HCS, Elatec e todos com tecnologia EM4002/EM4100/EM4200/Casi-rusco;
  • Já vem com furo para presilhas-jacaré ou cordões para crachás. Imprimível em um dos lados do cartão para criar credenciais personalizadas.
  • Embora o cartão RFID EM seja passivo, o mesmo pode ser utilizado como um chave mestra para abrir portões, cancelas, acessar elevadores em edifícios comerciais e, inclusive, permitir a autenticação por crachá em MFPs ou impresssoras (Secure Print)

A instalação requer uma boa limpeza sobre a superfície onde a tag será aplicada, evitando resíduos de óleo, gordura ou mesmo poeira. A fixação da tag ou adesivo RFID se tornará mais forte durante as 12 horas que seguem a aplicação, mas não tente retirá-la uma vez que tenha sido aplicada. O funcionamento da tag será perfeito mesmo que a tag não tenha ficado 100% nivelada, o importante é não mexer depois da instalação.

Vale lembrar que o bom funcionamento dos tags RFID pode ser afetado em contato com agua ou metal. Apesar de resistente à água, evite colocar a tag onde haverá muito contato com água ou muito próximo a partes de ferro ou aço. O ideal, sempre que possível, é colocar a tag na parte de dentro do para-brisas.

Finalmente, não coloque o dedo na parte auto-adesiva do tag/etiqueta, principalmente onde está o chip. Segure bem na ponta do tag na hora da aplicação.

Especificações técnicas

Especificações Técnicas – Elétricas

Tecnologia LF – (Baixa frequência, Passivo)

Tipo Clamshell

Modulação ASK

Frequência de operação 125 kHz.

Chip RFID Unique EM4002 ou compatível – RO

Configuração de memória 64 bits, sendo 40 bits o ID.

Distância de leitura De 8 a 13 cm com leitor AP-15;

De 24 a 32 cm com leitor AP-30;

De 40 a 48 cm com leitor AP-60.

Tempo de vida Ilimitado.

Características operacionais

Encapsulamento PVC branco fosco (lâmina) e ABS (concha).

Peso 9 g

Dimensões 86 x 54 x 1,6 mm.

Temperatura de operação -20°C a +55°C.

Temperatura de armazenamento -25°C a +75°C.

Grau de proteção IP66.

Furo Sim

Whatsapp DMZ Whatsapp DMZ