SAIBA MAIS POR QUE A FALSIFICAÇÃO É RUIM PARA O REMANUFATURADO?

Segundo a advogada Tricia Judge, advogada e palestrante no evento RT Imaging Americas 2016, aproximadamente 4% de todos cartuchos vendidos como OEM são falsificados. Em alguns países esses números chegam a ser ainda maiores. O custo disso para o OEMs é de aproximadamente 3 bilhões de dólares ao ano, um valor expressivo que justifica as iniciativas e custos das investigações conduzidas pelos OEMs. A Dr. Tricia Judge também chamou a atenção para a organização ISC – Imaging Supplies Coalition – formada por OEMs para investigar falsificações bem como quebras patentes de seus cartuchos.

Para o mercado de remanufatura a falsificação é um problema grande, pois desperta a famosa “caça às bruxas” por parte dos OEMs, gerando um número grande de investigações para descobrir os falsificadores. Como os falsificadores normalmente são remanufaturadores, essas investigações acabando gerando uma pressão e desconforto para remanufaturadores que não falsificam mas tem cartuchos ou peças em seus cartuchos que infringem patentes, como foi o caso das engrenagem dos cilindros que infringiam uma patente HP. Hoje, a Mitsubishi Imaging (Future Graphics) e vários outros fabricantes já desenvolveram uma nova engrenagem que não viola os direitos da HP.

No entanto, esses desafios surgem sempre que um novo cartucho é lançado no mercado com novas patentes registradas. Muitas dessas patentes são óbvias e se referem ao tipo de peça fabricada. Às vezes, no entanto, a patente é referente ao processo de funcionamento do cartucho, o que dificulta para os fabricantes de peças, cartuchos remanufaturados e compatíveis. Embora a ação dos OEMs tenha se intensificado, essa briga de gato e rato promete continuar por muitos anos, pois há formas saudáveis e rentáveis para OEMs, Remanufaturados e Compatíveis coexistirem.

Whatsapp DMZ Whatsapp DMZ